Feitiço para transmutar energia

Quando morava em Chicago, alguns anos tive como agenda o “Witches’ Datebook” da Llewellyn. Além de ter posições astronômicas, continha informações das lunações, da Roda do Ano e também sempre trazia dicas e textos muito bons sobre diferentes formas de magia natural. Algum desses anos, talvez 2005, veio dentro um texto sobre “The swifting of energy” que é uma forma muito interessante de reaproveitar energia que chega para nós, mesmo quando esta é nociva.

Portanto, a ideia aqui é em lugar de remover uma maldição, amarração ou qualquer outra urucubaca destrutiva ou manipulativa que estejam nos enviando, a gente pega essa energia toda que estão tendo o trabalho de mandar e transforma em neutra, para então reaproveitar,alimentando algo que seja do nosso interesse. Uma total reciclagem energética.

O feitiço portanto remove e neutraliza qualquer inhaca, transformando em energia pura que pode ser direcionada para dar propulsão a algum objetivo seu.

Como este feitiço é daqueles que precisa que as velas terminem de queimar por conta própria (ou por se extinguirem sozinhas ou por queimarem até sobrar só o pavio) precisa ser feito em uma só sentada. Então tire o dia para fazer. As velas não podem ser reacendidas e precisam de supervisão constante.

A dica aqui é usar velas pequenas. Outro detalhe importante é que só funciona para remover uma magia por vez. Se você acha que há mais de uma coisa sendo enviada ao mesmo tempo, vai ter de repetir o feitiço em outro momento tendo em foco a outra fonte de energia ruim. Ele também funciona para remover sentimentos péssimos que carregamos conosco: culpas, remorsos, crenças nocivas e outras auto-sabotagens.

ATENÇÃO: este ritual não pode ser feito para outras pessoas. Cada um cuida de si.

p.s. Não funciona em todos os casos de energia enviada, mas já tive resultados bem interessantes com esta técnica. Porém, como tudo na magia, você precisa acreditar que é possível antes de se lançar a fazer 😉